Você certamente já se perguntou qual a razão de as seguradoras precisarem de tantas informações para calcular o valor do seguro de carros. Isso acontece porque todo segurado está exposto a determinados riscos e quanto maiores forem esses riscos, maior será o valor na cotação do seguro do carro.

O cálculo é feito a partir de informações sobre o motorista, o veículo e a modalidade do seguro pretendido.

Fatores que influenciam no valor do seguro de automóvel

Motorista: O valor do seguro de carro varia de acordo o perfil dos motoristas, nos seguintes tópicos;

  • Histórico de sinistros: caso o cliente já tenha se envolvido em outras ocorrências anteriormente (acidentes, roubos de carros sem seguro etc);
  • Tempo de habilitação: motoristas mais experientes são mais habilidosos e cuidadosos, com menos chances de danificarem o carro se comparados às pessoas recentemente habilitadas;
  • Região: a seguradora também leva em consideração as condições de segurança por região.

Veículo

As questões referentes ao carro também influenciam no valor do seguro auto. Entre elas estão:

  • Marcas: há marcas de veículos que são mais visadas pelos bandidos e, por isso, o preço do seguro é mais alto;
  • Ano de fabricação: carros mais novos têm reposição mais cara, logo, o valor do seguro também será maior;
  • Alarmes, bloqueadores e rastreadores: esses equipamentos ajudam a evitar roubos e furtos. Por conta disso, quem faz uso desses aparelhos pode ter descontos no seguro;
  • Garagem: veículos que são guardados em garagens (em casa ou no trabalho) têm uma cotação mais baixa no seguro.

Planos de seguro

  • Coberturas: o valor do seguro auto também varia dependendo das coberturas e assistências que são contratadas;
  • Franquia: quanto menor a franquia, maior o preço do seguro auto.

Cuidado com as diferenças entre seguro de carro e proteção veicular

Você sabia que em média, um carro é roubado no Brasil a cada minuto? Em São Paulo, são 6 mil carros roubados por mês! Por isso, proteger o seu carro é cada vez mais importante.

Mas, cuidado para não confundir seguro de carro com proteção veicular. Converse com um bom corretor de seguros.

 

Fonte. Portal Porto Seguro